google analytics

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Rainha também usa coroa...

Ola meninos e meninas sapekas !
Tudo bem ? Eu estou bem, mas cansada...
as vezes acho que estou ficando velha, mas quando digo isso perto da minha mãe ela faz questão de me animar “magina, tem muita velha muito mais inteira do que você” (valeu mãe !) e isso me fez lembrar o dia que eu me envolvi com um coroa.

“Eu via minha mãe suspirar pelo richard gere, via minha irmã suspirar por pierce brosnan e eu não entendia porque me interessavam mais os garotos da minha idade, gostava dos mais velhos mas pouco diferença até que conheci o pai de uma amiga, estava na porta da escola esperando minha mãe me buscar e conversando quando ele chegou, ao descer do carro vi aquele homenzarrão, que homem charmoso, bonitão, ele veio em me deu um beijo , eu fiquei molhadinha, minhas pernas fraquejaram de sentir aquele perfume de homem de verdade, cheguei em casa e fui correndo para o meu quarto, fechei a porta deitei na cama, arreei o shorts e levante a blusa e me acabei, me masturbando pensando nele.

Aquele homem não me saia da cabeça, eu pensava nele o dia todo comecei a ficar muito amiga e vivia na casa dela tentando esbarrar com o “tio” na casa dela mas ele chegava tarde e quando eu o via eu já estava indo embora, mas isso era suficiente para me acalmar mas não o suficiente para acalmar minha bucetinha, até o dia que eu consegui dormir lá ! Eu me senti a gostosa, arrasando peguei minha menor blusa, deixando minha barriguinha toda a mostra, meu shorts curto que quase aparecia meu bumbum, e tudo isso para nada ! Pois fiquei morrendo de medo, não sai do quarto, fiquei morrendo de vergonha dele me achar uma piveta estupida.(sim, não era essa garota segura que sou hoje, isso só veio com o tempo) naquela noite eu não aguentei e me masturbei a noite, enquanto minha amiga dormia, eu suava frio me contando para não fazer nenhum barulho e nem me mover muito, sonhei com ele, e acordei molhadinha e me masturbei mais uma vez. Depois daquele dia eu vi que ele era muito utópico para mim e comecei a me desinteressar por ele.
Vocês devem estar se perguntando... “acabou alicia ? É só isso o conto da semana ?” hahaha não meus lindos, tem mais.

Nunca mais me interessei por coroas, até um dia despretensioso, anos e anos depois eu estava numa loja vendo filmes para comprar, aumentar a minha coleção e estava conversando com um amigo, falando de filmes bons e ruins quando sou interrompida por um cara de cabelos grisalhos, um sorriso branco (daqueles de comercial de pasta de dente) me perguntando se eu poderia ajudar ele a escolher um filme. Eu senti aquela sensação de novo, a calcinha ficando úmida e as pernas fracas, eu me senti aquela adolescente com os hormônios a flor da pele, louca para perder a virgindade. Quando consegui tirar os olhos dele e a boca não estava mais seca eu pude olhar os filmes que ele tinha na mão, um filme que eu não tinha ouvido falar e “curtindo a vida adoidado” ! Além de ser um clássico 80´s ainda tinha o título bem sugestivo, fiquei pensando se esta não era a cantada mais discreta que eu já tinha visto, mas eu cai como uma pata e com gosto, dei corda para ele e dei meu telefone para ele , e na quinta-feira a noite ele me ligou querendo sair, lógico que eu fiz um charmezindo básico e aceitei, fomos almoçar juntos na sexta-feira, almoçamos, tomamos um café no starbucks e ficamos conversando a tarde toas, ele era muito inteligente, falamos sobre cinema, fotografia, politica, filosofia, sociologia e outras coisas já estava quase escurecendo quando finalmente entendi os seu plano, ele quis arriscar a tomar um não me convidando para sair na sexta a noite logo de cara mas sabia que podia com a sua lábia me fazer ficar, aquele cara não era um cachorro, era um lobo ! E pela experiencia era o líder da matilha. Era inevitável que com aquele charme todo íamos acabar nos beijando e que beijos, um beijo seguro, um beijo “maduro”, me levou para o seu apartamento que “conhecidamente” era ali perto.

Já entramos no apartamento se pegando, que mãos , que boca, que beijo, ele me fez sentar na cama, foi até o frigobar e tirou uma garrafa de champagne então eu peguei a minha taça e o impedir de beber, eu disse que havia um detalhe faltando, então fiz ele se sentar e comecei a fazer um strip, tirando peça por peça e e dançando, ele se animou todo e o volume na calça logo apareceu, então peguei a minha calcinha e a mergulhei na taça de champagne, ele arregalou os olhos, sem entender, então eu o ajudei a se despir e peguei sua cueca e pus dentro da minha taça (ou tentei pq a minha calcinha era minuscula perto da cueca dele, rs) e bebemos champagne com roupas intimas mergulhadas, como um ritual afrodisíaco e funcionou, quando me ajoelhei na frente dele e fique de cara para aquele pau eu vi a potencia do coroa, mamava gostoso e derrubava champane e continuava mamando, ele me deitou na cama, me abriu todinha e começou o vai e vem, podia sentir o pua dele durinho, a ponto de bala dentro de mim, sem remédio nenhum, nossa ele me fez gozar umas 3 vezes fora o baile.”

2 comentários:

tenshilivis disse...

3 vezes? 3 VEZES??? kralho q facil

mario disse...

vc compra filmes aonde mesmo?